Pular para o conteúdo
O Blog de saúde | Suplementos esportivos

Bronquiolite

Última atualização: 16 Setembro de, 2017
Por:
Bronquiolite

A bronquiolite é uma doença respiratória aguda causada pelo vírus. É muito freqüente em lactentes e caracteriza-se por intensa dificuldade respiratória causada pela inflamação dos bronquiolos. É mais freqüente em crianças menores de 2 anos e no inverno, embora possa aparecer em qualquer época do ano.

É transmitida através de gotículas de saliva ao espirrar, falar, ou com mãos contaminadas por muco.

Os sintomas iniciais costumam ser os próprios de um resfriado, mas rapidamente aparece dificuldade para respirar e tosse, podendo ser acompanhado de pitos e febre. Os sintomas respiratórios podem causar dificuldade para tomar alimentos e até mesmo vômitos.

Os sinais de gravidade da bronquiolite ou outra doença respiratória em crianças são respiração muito rápida, levando as costelas, cor azulada dos lábios ou dedos, vômitos freqüentes, o menino está adormecido ou agitado.

Os sintomas e a exploração do pediatra na consulta costuma ser suficientes para o diagnóstico. Em caso de suspeita de alguma complicação (pneumonia) solicita-raio x do tórax.

Qual é o tratamento?: se houver febre, administrado paracetamol ou ibuprofeno (presente em mais de 6 meses), ou banho em água morna. Para diminuir a irritação dos brônquios não servem os xaropes mucolíticos ou os antitússivos; o mais útil é de dar água frequentemente em pequenas doses e evitar ambientes irritantes (fumaça, secura do ar). Limpar o nariz, usando soro fisiológico e aspiração de muco. Os antibióticos só são utilizados em caso de infecção por bactérias. Se houver dificuldade respiratória são administrados dilatadores bronquiais e anti-inflamatórios aplicados através de câmera nebulizadora.

Como é a evolução?: a maioria dos casos são ligeiros e curam-se em cerca de 10 dias, embora alguns pitos e tosse ocasional podem durar 2 ou 3 semanas mais. Se o estado geral da criança se deteriora (ver sinais de gravidade) deve dirigir-se ao Centro de Saúde ou ao hospital.

Como se previne?: é muito importante a lavagem das mãos dos prestadores de cuidados de saúde antes e depois de tocar à criança ou aos objetos que ele dirija, assim como evitar relacionar-se com crianças que estejam resfriados (não levar a criança à creche, se se comprovar que frequentam as crianças constipações).

Partilhar
Tweetar
+1
Partilhar
Pin
Stumble